Uma visão mais próxima e cuidada do serviço prestado ao paciente

O H2Farma surgiu como um projeto de I&D financiado pelo P2020 no seguimento de um conjunto de iniciativas e projetos sobre a acessibilidade das pessoas aos medicamentos em tempo de pandemia, mais especificamente os medicamentos de dispensa em ambulatório hospitalar.

Estes projectos incluem por exemplo a Operação Luz Verde, uma iniciativa que contou com um conjunto alargado de intervenientes e que permitiu que as pessoas não tivessem que se deslocar aos Hospitais Centrais para recolher a sua medicação crónica.

O H2Farma é uma plataforma que permite ganhar a visibilidade partilhada sobre este circuita ampliado do medicamento, em que o stock pertence a uma entidade e a dispensa é feita por outra, salvaguardando sempre o acompanhamento profissional dos doentes e garantindo a eficiência do circuito.

Impacto na sociedade

Este projeto pretende garantir que existe uma visibilidade sobre o circuito do medicamento e que os doentes podem rapidamente interagir com o seu hospital e com a sua farmácia em caso de necessidade.

Com o H2Farma pretende-se evitar deslocações e contactos desnecessários dos doentes às instituições de saúde, para obterem a sua receita ou os seus medicamentos. Através da plataforma terão a indicação de existência de novas prescrições e da disponibilidade para levantamento dos medicamentos na sua farmácia comunitária de maior conveniência.

Transformação no sistema de saúde

A grande inovação passa pela existência de uma nova plataforma que permite a prestação integrada de cuidados, entre serviços de elevada proximidade e centros especializados de prestação de cuidados, tornando mais rápidas e facilitadas as interações entre todos os interlocutores, médico, farmacêutico hospitalar, farmacêutico comunitário e doente.

Sendo o H2Farma uma App que possibilita a integração com as atuais plataformas tecnológicas de dispensa de medicamentos hospitalares em farmácias comunitárias, consegue fazer a ligação entre os software hospitalar SGICM com o sistema utilizado pelas farmácias comunitárias (seja o Sifarma ou outros) através da criação de um interface. Esta interoperabilidade permite que através duma App, disponível para iOS e Android, o utente passe a estar também integrado e possa ter um papel ativo no processo.

A quem se destina?

O H2Farma destina-se a doentes cuja terapêutica é de dispensa exclusiva hospitalar (utentes do ambulatório hospitalar), que periodicamente se deslocavam ao Hospital para levantar medicação, mas que entretanto aderiram ou pretendem aderir aos programas de entrega de proximidade, atualmente implementados nos CHUSJ (Farma2Care) e CHULC (TARV).

Como funciona?

Para que o H2Farma possa ser usado na sua plenitude e sejam obtidas todas as suas vantagens, o utente deverá fazer download da App H2Farma nas respetivas plataformas disponíveis, para iOS e Android.

Depois deverá autenticar-se e solicitar junto do seu farmacêutico hospitalar a inclusão no programa H2Farma. Caso seja elegível, o farmacêutico hospitalar procederá ao registo do utente na plataforma e este passará a receber informação relacionada com prescrições efetuadas, medicação cedida/pendente de levantamento, poderá fazer registo de biometrias, programar as tomas e receber notificações, consultar a percentagem de adesão e entrar em contacto com o farmacêutico hospitalar, comunitário ou com o seu médico.

Ter um papel mais ativo no sistema de saúde.

Pretende-se minimizar a distância entre o doente e profissional de saúde, permitido que haja uma maior comunicação entre o doente e os profissionais de saúde, através do seu smartphone ou tablet.

Webinar | H2Farma

Glintt, ANF e SPEM