EDI - European Data Incubator

No início de 2020 a Glintt Inov desafiou a HMR a entrar num novo mundo. Um mundo repleto de Startups e Data Providers, o “European Data Incubator Program“.

O nosso papel como Data Providers, era lançar um desafio às startups para resolverem um problema real da HMR, mais concretamente, pretendia-se reformular a oferta de mercado da HMR através da construção de um modelo de previsibilidade no uso de medicamentos baseado em Inteligência Artificial ou Machine Learning.”

Uma viagem que começou com mais de 200 candidaturas submetidas, onde 16 startups de toda a Europa concorreram ao nosso desafio. No final, ficámos em 2º lugar como o desafio mais concorrido. Well Done!

Uma vez que só podiam entrar no programa 36 startups, foi feita uma triagem onde tivemos a sorte de poder conhecer e trabalhar com 3 startups portuguesas com enorme potencial, são elas a #Enlightenment.AI, #Starkdata e #Fractal Mind,

Nesta primeira fase de incubação “Explore” as startups escolhidas definiram o seu conceito, receberam treinamento em tecnologias de Big Data e examinaram os dados recebidos pelos Data Providers. A grande final, “o Datathon”, foi realizada em outubro de 2020, onde todas as startups tiveram a oportunidade de apresentar perante um júri os seus primeiros mockups. Passaram 18 startups à fase seguinte, das quais destacamos as nossas startups.

Vamos conhecê-las?

Founders: Rui Cordeiro, Tiago Perdigão, Manuel Pimenta, Vasco Jesus e Pedro Ribeiro

 

www.starkdata.ai
Founders: João Gilberto Fernandes Ramos, Paulo Figueiredo, Miguel Pedro Coelho Gomes Teixeira e Miguel Silva Reis

 

Na segunda fase de incubação “Experiment”, as startups criaram um MVP (produto mínimo viável) para lançar no mercado. Ao longo de 4 meses as startups tiveram suporte e apoio de mentores e coaches dedicados e ainda acesso a uma infraestrutura técnica com um conjunto de ferramentas prontas para serem utilizadas, módulos de treinamento em Big Data e suporte personalizado para o desenvolvimento do negócio. As startups com maior potencial de mercado passaram à última fase de incubação.

Infelizmente nenhuma das nossas startups passou à última fase “Evolve”, mas fazendo um balanço, apenas conseguimos retirar pontos positivos desta viagem, destacando a oportunidade de networking, toda a aprendizagem e aquisição de novos conhecimentos e ainda a entrada num novo mundo cheio de oportunidades e de muito potencial. Foi sendo dúvida uma experiência única e bastante enriquecedora. Obrigada a todas as startups que aceitaram o nosso desafio e fizeram um extraordinário trabalho com os nossos dados. 

 

Por fim, aproveitamos também para fazer um agradecimento especial à equipa da HMR, Filipa Costa, Nuno Santos e Hugo Reis, por terem entrado nesta aventura connosco e tornarem realidade este projeto. OBRIGADA!!

 

 

Deixamo-vos estes 2 vídeos que demonstram a solução que estas duas incríveis startups desenvolveram para resolver o nosso problema.

Fiquem desse lado, vale a pena conhecer!